Preço da soja tem leve recuperação no Brasil

As cotações da soja tiveram nesta quarta-feira (13.06) um dia de ganhos no mercado físico brasileiro, com influência da queda do Dólar (0,13%) e da Bolsa de Chicago (18,00 pontos). De acordo com os índices do Cepea, apurados junto aos diversos participantes do mercado, em média os preços subiram 0,13% nos portos e 0,07% no interior do País.

 

Segundo o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, o movimento também pode ser explicado pela forte subida dos prêmios da soja nos portos brasileiros – que voltaram a ser cotados acima dos 100 pontos. Segundo ele, esse fator (aliado à melhora na cotação do Dólar) compensaram a forte queda de 18 centavos por bushel das cotações de Chicago nesta quarta-feira. 

 

“Com isto, a pesquisa diária do Cepea revelou alta de 0,13% nos portos e de 0,07% no interior do país. Mas, estas altas, estão em níveis consideravelmente mais baixos do que estavam a cinco dias atrás, não recuperando as lucratividades daquela época, que recuaram em média 5% até o momento. Até por que os negócios estão ou muito lentos ou muito travados, diante da falta de definição do problema do frete que ainda não foi definido”, explica o especialista.

 

Considerando os fatores técnicos (para as fixações das exportações), o analista da T&F Consultoria Agroeconômica aponta que as tendências para a soja em grão são de baixa, já ultrapassando em muito os objetivos anteriores. “Por isso as recomendações técnicas continuam de fortes vendas”, conclui Luiz Fernando Pacheco.

 

fonte: Agrolink.

Outras Notícias
Paraná é único estado do Sul autossuficiente em milho
  Em queda livre de preços, o milho virou tema de reunião entre os secretários de agricultura dos três estados do Sul do Brasil: Paraná, [...]
Leia Mais
10 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas são destinadas do Brasil
No primeiro trimestre de 2017, o Brasil destinou corretamente 10.343 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Isso aconteceu [...]
Leia Mais
Conab prevê supersafra de 232 milhões de toneladas de grãos.
Número representa aumento de 45,4 milhões de toneladas em relação à colheita passada.   O Brasil deve ter uma supersafra de grãos em [...]
Leia Mais